Médicos do Hospital Regional de Juazeiro retomam as atividades, após dez dias de greve

(foto: arquivo)
Após 10 dias de paralisação, atendendo apenas casos de emergência, urgência e o setor de oncologia, os médicos do Hospital Regional de Juazeiro voltaram ao trabalho na última sexta-feira (1º). O fim da greve foi anunciado após a confirmação da regularização dos salários referentes a setembro.
A greve foi deflagrada no dia 23 de outubro e cerca de 59 profissionais pararam as atividades. O ambulatório e as consultas e procedimentos eletivos foram suspensos.
Para o médico e representante do Sindimed em Juazeiro, Dr. José Carlos Tanure, o movimento grevista foi bem sucedido, já que as reivindicações dos profissionais foram totalmente atendidas. “Os salários foram pagos e já estão começando a chegar os insumos”, afirmou o médico.
Antes da greve, os médicos relataram que estavam trabalhando em condições precárias, sem acesso a materiais básicos para o atendimento aos pacientes, como material para curativo, soro, medicamentos, entre outros, além de conviverem com atrasos salariais recorrentes.
O Hospital Regional de Juazeiro é gerido pela Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves, terceirizada da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). A unidade hospitalar atende cerca de 55 municípios da região norte e do sertão pernambucano, que integram a Rede PEBA.
Da Redação Pretonobranco

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.