Presidente interino do TJ-BA estuda participação de afastados nas eleições internas

por Antonio Neto no dia 27 de November de 2019 às 14:40
Foto: Divulgação/ TJ-BA
O presidente interino do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Augusto Lima Bispo consultou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre a possibilidade de preservar as candidaturas dos desembargadores afastados de seus cargos após operação da Polícia Federal a presidência do órgão.
Dois candidatos a mandatário do TJ foram afastados de seus cargos, José Olegário Monção Caldas e Maria da Graça Osório Pimentel. O ministro Og Fernandes, que foi responsável pelos afastamentos, declarou que a manutenção das candidaturas é questão interna corporis do tribunal.
A relatoria do pedido de consulta está com o conselheiro Luciano Frota, que já se comprometeu com membros do TJ-BA a levar a questão para a sessão plenária da próxima terça. Se o CNJ permitir a candidatura de membros afastados, Olegário e Maria da Graça poderão concorrer às eleições mesmo com as acusações sofridas pelos mesmos.
As eleições estavam marcadas para o último dia 20 de novembro, mas tiveram que ser canceladas graças a operação da Polícia Militar que foi batizada de “Faroeste”.
FONTE: radardabahia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.