DESASTRES ADMINISTRATIVOS NAS PREFEITURAS DA REGIÃO

[Vídeo] Prefeito de Pilão Arcado não paga salário de dezembro e 13º dos professores obrigando categoria a fazer protesto pelas ruas

Da Redação
Os professores da rede municipal de ensino do município de Pilão Arcado decidiram ir às ruas na manhã desta quinta-feira (02) fazer protesto contra o prefeito interino, Orgeto Bastos (Patriotas) por decidir não pagar o décimo terceiro e o salário do més de dezembro da categoria.
Mesmo com muito dinheiro em caixa disponível, incluindo os precatórios do Fundeb em mais de R$ 45 milhões; o recurso do FPM em mais de R$ 5 milhões; e mais ainda uma bolada que chegou no final de dezembro referente a distribuição do que foi arrecadado no leilão da cessão onerosa do pré-sal no valor de R$ 2.620.095,00, o prefeito Orgeto trata os profissionais de educação com mão de ferro e afronta. Este é o sinal de quem quer comandar o município por quatro anos com o apoio do povo pobre e dos próprios professores.
Assim que assumiu, Orgeto foi bastante claro em mandar um recaso nada agradável  para o funcionalismo, prestadores de serviços, fornecedores e funcionários contratados em não honrar os compromissos deixado pelo ex-gestor, Afonso Mangueira (PSD).
Em poucos dias de governo, o prefeito Orgeto já mostrou que não tem compromisso com a educação, e muito menos com o progresso do município. O seu estilo de fazer política e de tratar as pessoas, faz lembrar alguns ex-prefeitos. Pelo visto, este é o primeiro sinal de como será a administração de Orgeto, caso ganhe as eleições em 2 de fevereiro.
 Galeria de fotos




FONTE: ACAO POPULAR

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.