Violência contra jornalistas cresce 54% em 2019

por Whaley Emmanoel no dia 16 de January de 2020 às 16:10
Foto: Reprodução
Um relatório da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) aponta que o número de casos de violência contra veículos de comunicação e jornalistas subiu 54,07% de 2018 para 2019. Foram registrados 208 casos contra 135 no período de comparação. Entre os 208 registros, 114 foram de "descredibilização" da imprensa e 94 de agressões diretas a profissionais.
O documento, ‘Relatório da Violência contra Jornalistas e liberdade de imprensa', é anual e foi divulgado nesta quinta-feira (16), no Sindicato dos Jornalistas, no Rio de Janeiro. Segundo o levantamento, o presidente Jair Bolsonaro foi responsável por 121 desses ataques (58,17%).
O relatório diz que cinco dos ataques dos presidente foram agressões verbais diretas a jornalistas durante entrevistas que não foram reproduzidas no site do Palácio do Planalto.
FONTE: radardabahia
PONTO DE VISTA:
Os Agentes Públicos e todo cidadão que coloca o seu nome para julgamento popular tem que ter a consciência que precisa respeitar o direito legal da imprensa e seus profissionais. 
Quem não quer ser criticado no exercício de função ao cargo público, deixe de ser politico ou agente público.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.