Casos de dengue crescem mais de 4000% em Juazeiro; SESAU diz que está intensificando ações e divulga calendário do fumacê

Em meio a pandemia da covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus, os casos de dengue seguem em crescimento na cidade de Juazeiro, no norte da Bahia. Em apenas cinco meses, foram realizadas mais de 700 notificações, com a comprovação de 40 casos de dengue. Neste mesmo período de 2019, o município tinha um caso confirmado, o que representa um aumento de 4000%.
Uma leitora, que preferiu não ser identificada, em contato com a redação do PNB, disse está preocupada com o índice de infestação no bairro Jardim Flórida. Segundo ela, em menos de duas semanas, quatro pessoas da sua família, sendo uma criança e três idosos, foram diagnosticadas com a doença.
A moradora ressaltou que uma agente de endemias fez, ainda na semana passada, uma visita às residências dos pacientes. Entretanto, ela cobrou a circulação do carro fumacê, que tem em sua composição um inseticida diluído que mata o mosquito Aedes adulto, e que, segundo ela, há tempos não aparece na comunidade. A moradora disse ter sido comunicada que a visitação do veículo aos bairros de Juazeiro estava suspensa em virtude da pandemia do novo coronavírus.
O PNB entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Juazeiro, que afirmou que a informação no procede, e ressaltou ainda que está intensificando as ações voltadas ao combate à reprodução do mosquito Aedes aegypti na cidade. Segundo a SESAU, entre as ações estão as visitas dos agentes de combate a endemias aos domicílios, com orientações sem adentrar as casas e a passagem do carro fumacê nos bairros e distritos da cidade (veja o calendário abaixo).
(foto: arquivo)
Casos em Juazeiro
Os números em Juazeiro são preocupantes. Em apenas cinco meses, foram realizadas mais de 700 notificações da doença, contra 73 notificações no mesmo período do ano passado, o que representa um aumento de quase 1000%.
O número de casos confirmados também cresceu. Foram 40 casos positivos nos primeiros cinco meses de 2020. Neste mesmo período de 2019, Juazeiro havia registrado apenas um caso, um aumento de 4000%.
Cuidados
Não é apenas o grau de pureza da água que determina o desenvolvimento das larvas, segundo estudo da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Ao selecionar o local para depositar os ovos, a fêmea avalia fatores que influenciam no crescimento das larvas, como luminosidade, temperatura e presença de matéria orgânica. Como as larvas do Aedes são sensíveis à luz, elas se desenvolvem bem em água que contenha substâncias dissolvidas que causem turbidez. A presença de matéria orgânica como proteínas, carboidratos e lipídios também contribui para o desenvolvimento dos mosquitos.
O Aedes aegypti é transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya, febre amarela, entre outros. Dentro de casa, os moradores devem observar a existência de recipientes com água parada como: vasos de plantas, caixas d’água, piscinas ou qualquer outro meio que possa acumular água, por menor quantidade que seja, principalmente nesse períodos de chuva, para evitar a proliferação do mosquito.
Calendário do fumacê
A secretaria divulgou ainda o calendário do carro fumacê na cidade. Ele seguirá, de 1º a 7/06, o seguinte cronograma: das 6h às 08h passará nos bairros Maringá (3), Penha (4), Country Club (5 e 6) Jardim Vitória e Expedido Nascimento (7). No horário das 17h30 às 20h30 estarão nos seguintes condomínios: segunda-feira (1º), Mais Viver e Mais Viver Vilages, Park Centenário e Morada das Árvores (2), Paulo VI e Bosque Cajueiro (3), Country Clube (4), Vitória I e II (5), Jardim Vitória e Santo Antônio (6) e Terra dos Sonhos (7).
Para um melhor aproveitamento do fumacê, a SESAU recomenda que os moradores deixem as portas e janelas abertas durante a passagem dos agentes com o produto.
A SESAU disponibiliza um número telefônico para denúncia de possíveis focos do mosquito Aedes. A população pode acionar a visita dos agentes de endemias através do número (74) 99198 3057 o contato também é WhatsApp e funciona de segunda a sexta feira em horário comercial.
Da Redação/Pretonobranco

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.