Cuscuz é preferência no Nordeste durante quarentena

Durante a quarentena os hábitos alimentares da população mudaram seja em relação ao tipo, frequência ou volume dos alimentos. Pesquisa realizada pela Kantar, empresa de levantamento de dados, revela que no Nordeste o cuscuz ampliou seu papel principal nas mesas dos nordestinos, sendo a refeição mais consumido nos últimos meses.
O nutricionista e coordenador do curso de Nutrição, de uma universidade particular em Petrolina, Rafael Pinheiro, conta que o alimento tem antioxidantes que contribuem para o sistema imunológico.
“O nosso cuscuz é fonte de zinco, magnésio, vitaminas do complexo B e, ainda, contém selênio, que junto com os antioxidantes naturais auxilia na luta contra a proliferação de radicais livres e outras toxinas no sangue”.
O cuscuz é para todos! Para quem deseja emagrecer como para quem quer ganhar massa muscular. “A diferença é a quantidade. Para emagrecer o baixo teor calórico, de sódio, de colesterol e gordura saturada auxiliam na perda de peso. Já para ganhar massa muscular o selênio ajuda nesse processo junto com a ingestão de grandes quantidades do grão, muitas vezes, associadas a outros alimentos como manteiga, margarina e outros”, explica Rafael.
A pesquisa também mostra que a tapioca conquistou o segundo lugar na preferência nordestina. “A tapioca se consumida em quantidade moderada, sem adição de recheios gordurosos e doces, ajuda a emagrecer, pois diminui o apetite. Lembrando que ela tem um alto teor glicêmico, tendo o consumo reduzido por diabéticos e pessoas com excesso de peso”, acrescenta o coordenador.
O estudo ainda informa que no estado de São Paulo pratos com massa são os mais consumidos na quarentena, enquanto no estado do Rio de Janeiro e na região Sul do país os sanduíches lideram, seguidos por macarrão instantâneo e carne moída. Porém, o alimento que lidera com aumento de 34% em todo país é o sanduíche, preferência brasileira nos dias de isolamento.
Ascom Marcia Gabriella
FONTE: remanso-noticias

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.