Cooperativa da agricultura familiar de Sobradinho recebe certificado de produção orgânica para acerola

A produção de acerola da Cooperativa Agroindustrial Vale do Paraíso (Cooperparaíso), localizada na zona rural do município de Sobradinho, Território de Identidade Sertão do São Francisco, recebeu o selo da Associação de Certificação Instituto Biodinâmico (IBD), maior certificadora de produtos orgânicos, biodinâmicos e sustentáveis da América Latina.   

São mais de 100 famílias vinculadas à cooperativa, que produzem uma média mensal de 28 toneladas de acerola orgânica, e já exportam acerola para mercados como o europeu e o norte-americano. Com o certificado a expectativa é que haja aumento nas vendas para as indústrias farmacêutica e de conservação de alimentos, para produção de ácido ascórbico, a vitamina C.  

Para o presidente da cooperativa, Josivan Souza, com o selo que certifica a produção de acerola como produto orgânico, a cooperativa vai poder vender para o mercado brasileiro e americano, com aproximadamente 30% a mais do preço do mercado convencional: “Há uma grande procura por uma acerola certificada. Grandes empresas disputam e compram neste mercado. O nível de exigências é grande para obtenção do selo e nós conseguimos”.  

A Cooperparaíso vem recebendo investimentos do Governo do Estado, para que possa também beneficiar a acerola, agregando valor à produção. A cooperativa está recebendo recursos de R$ 3 milhões, do projeto Bahia Produtiva, por meio do edital Alianças Produtivas e, com esses recursos, foi possível a contratação da empresa certificadora. O investimento também será destinado para gestão, base de produção, aquisição de equipamentos para a agroindústria, manejo do solo e sistemas de irrigação.  

Também estão sendo investidos R$ 2,1 milhões, voltados para a requalificação da agroindústria polivalente de beneficiamento de polpa de frutas, o que possibilitará o processamento de até duas toneladas de frutas por hora, por meio do projeto Pró-Semiárido.  

Os projetos Bahia Produtiva e Pró-Semiárido são executados pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial e do do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), respectivamente. 

ASCOM/SDR

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.