Reservatórios de energia devem atingir o menor nível em 20 anos, diz ONS

 

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, afirmou em audiência pública na Câmara dos Deputados que os reservatórios das hidrelétricas localizadas no Sudeste e no Centro-Oeste devem chegar ao mês de novembro com 10,3% de capacidade.

Este será o menor nível mensal em 20 anos. “Desde o período úmido do ano passado, registamos a pior afluência dos últimos 91 anos entre setembro e abril. A afluência está abaixo da média em todos os sistemas. É uma conjunção de fatores que projeta uma condição muito crítica para este ano. Caso as ações que estamos propondo sejam realizadas, conseguiremos atingir 10,3% de armazenamento. Mesmo que o nível ainda seja preocupante, garante que não tenhamos problemas de energia ou de potência ao final de novembro de 2021”, disse.

No entanto, Ciocchi ponderou que, se as ações não forem cumpridas ou não surtirem efeito, o nível dos reservatórios pode cair para 7,5%. Neste percentual, o sistema de geração de energia do país entraria em colapso.

Os reservatórios localizados no Sudeste e no Centro-Oeste são responsáveis por cerca de 70% de toda a energia produzida no país. Apenas no Sudeste, localizam-se as usinas hidrelétricas de Furnas, de Três Marias, Ilha Solteira e Barra Bonita. Já a região Centro-Oeste abriga o Complexo Urubupungá, São Simão e Cachoeira Dourada.

O ONS ainda espera que, no final deste ano, o período chuvoso seja capaz de encher os reservatórios para garantir o fornecimento de energia em 2022. “A gente espera que em novembro a estação chuvosa deste ano já tenha chegado e a situação seja amenizada”, concluiu.

Fonte: Jovem Pan

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.